sábado, 31 de outubro de 2009

PARABÉNS AO KROMMÁTICO TIM TIM





I made this widget at MyFlashFetish.com.

MEMÓRIAS




Estádio do Jamor, 09 de Julho de 1967. Passados 42 anos, é com bastante saudade que aqui se relembra aquele jogo épico. Este desafio foi, muito provavelmente, o mais longo na vida da nossa Briosa. A tristeza que nos invadiu pela derrota, transformou-se em alegria por sermos uns finalistas que praticaram um futebol de fazer inveja a todos os amantes da modalidade. Aqueles briosos atletas, foram um exemplo.
Coimbra ficou praticamente despovoada. A baixa da cidade de Lisboa, seria invadida por dezenas e dezenas de automóveis, carregados de simbolismo e frenéticos apoiantes da Académica.
Fotos cedidas por VV

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

A FACE VISÍVEL

PUBLICIDADE

FALECEU MÁRIO MEXIA


clique na imagem

Foi tão só, o melhor jogador de basquetebol português de todos os tempos.
Um Amigo, um bom Amigo, com o qual tive o enorme prazer de viver e conviver. Era um privilégio trocar "dois dedos de conversa". Havia quem estranhasse a nossa forma de nos "encontrarmos", pelo facto de pensarmos de maneiras diferentes: Dizia ele; "não estamos assim tão longe, pois não"?
Enquanto todos choramos a sua perda, quem sabe se não estará sentado com o Prof. Alberto Martins, O dr. Mendes Silva, o Dr. José Paulo Cardoso, o Dr. Francisco Soares, O Dr. Vasco Gervásio, o Dr. Fausto Correia, O Guilherme e tantos e tantos outros que já partiram e que nos deixaram imensas saudades.
Olham para baixo, sabe-se lá se não estarão todos na "garotice", à nossa espera, para nos dar o grande abraço de que tanto sentimos falta.
Nesta hora de profunda tristeza, apetece-me dizer; esteja bem, e dê um abraço aos nossos amigos...porque a vida sem amigos não tem sentido.

Texto publicado por Luís Santarino no seu blogue

KROMMUS NAS LATAS

Olhem bem para eles, parece que andaram a soldar sem óculos. A vida não é fácil!


A irreverência da juventude.


O mestre que põe tudo na onda...luz.

PRÉMIO FAIR PLAY COLECTIVO

A Académica, representada pelo capitão Orlando, recebeu ontem, do Sindicato dos Jogadores, o troféu Fair Play Colectivo referente a Setembro. Um prémio "importante", de acordo com o central, que entende que esta é uma prova da "lealdade" com que a equipa joga. “Este prémio é a prova de como a Académica joga sempre o jogo pelo jogo e não precisa recorrer a artimanhas. Premeia a nossa lealdade e isso é muito importante. O facto de estarmos no fundo da tabela podia fazer de nós uma equipa mais nervosa e violenta, mas isso não acontece”.

José Eduardo Simões também não escondeu a satisfação e sugeriu que o futebol tem que aprender com outra modalidade: "O râguebi é um desporto que por vezes é considerado violento, mas, apesar disso, é mais leal que o futebol. O futebol devia aprender com o râguebi".



LÍDER NAS RECUPERAÇÕES DE BOLA


Académica comanda nas recuperações

A Académica, última classificada da Liga Sagres, é a surpreendente líder do ranking colectivo de recuperações de bola nas 8 primeiras jornadas da prova, que tem no pacense Jorginho o mais eficaz recuperador.
Os jogadores do clube de Coimbra ainda não ganharam um único jogo na competição, mas são responsáveis por 107 "roubos" de bola aos adversários (média de 13,38), superando os registos de P. Ferreira e Sp. Braga, ambos com 100 (12,50).
Os pacenses estão longe de ser um modelo de solidez defensiva, mas Jorginho reclama o estatuto de jogador com maior número de recuperações, contabilizando um total de 22 em 7 jogos, pois falhou um encontro. O lateral-esquerdo é o único a ultrapassar a média de três por encontro (3,14) à frente de Fernando, médio do FC Porto, com 20 (2,50), e Andrézinho, defesa do V. Guimarães, com 19, mas melhor média (2,71).
Apesar das diferenças na classificação do campeonato, a estatística das recuperações de bola coloca os três grandes em pé de igualdade, todos com 97 bolas "roubadas" aos adversários, à média de 12,13.

Mais recuperações de bola:

1.º Jorginho (P. Ferreira) 22 recuperações/7 jogos/3,14 de média
2.º Fernando (FC Porto) 20/8/2,50
3.º Andrezinho (V. Guimarães) 19/7/2,71
4.º Bruno Lazaroni (Naval) 18/8/2,25
5.º Miguel Veloso (Sporting) 17/7/2,43
6.º Pedrinho (Académica) 17/8/2,13
7.º Vandinho (Sp. Braga) 16/8/2,00
8.º João Pereira (Sp. Braga) 16/8/2,00
9.º Ruben Amorim (Benfica) 16/8/2,00
10.º Evaldo (Sp. Braga) 15/8/1,88
11.º Daniel Carriço (Sporting) 15/8/1,88
12.º Fucile (FC Porto) 13/8/1,63
13.º Vinícius (U. Leiria) 13/8/1,63
14.º Moreno (V. Guimarães) 12/5/2,40
15.º Nuno Assis (V. Guimarães) 12/6/2,00
16.º Wíres (Rio Ave) 12/7/1,71
17.º Cléber Oliveira (Nacional) 12/7/1,71
18.º Leonel Olímpio (P. Ferreira) 12/8/1,50
19.º Javi García (Benfica) 12/8/1,50
20.º Gabriel Gómez (Belenenses) 12/8/1,33

Mais recuperações de bola (equipa):

1.º Académica 107/8/13,38
2.º P. Ferreira 100/8/12,50
3.º Sp. Braga 100/8/12,50
4.º V. Guimarães 99/8/12,38
5.º FC Porto 97/8/12,13
6.º Benfica 97/8/12,13
7.º Sporting 97/8/12,13
8.º Belenenses 96/8/12,00
9.º Leixões 84/8/10,50
10.º Nacional 84/8/10,50
11.º V. Setúbal 78/8/9,75
12.º Rio Ave 78/8/9,75
13.º Naval 77/8/9,63
14.º Marítimo 67/8/8,38
15.º U. Leiria 62/8/7,75
16.º Olhanense 53/8/6,63

Nota: Dados recolhidos pela WTvision

ÁRBITRO PARA A 9ª JORNADA

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

HIPÓTESE DE EXCLUSÃO


Além de ter sido multada em cerca de 10.000 euros por alegadamente ter fornecido falsas informações sobre os requisitos financeiros para poder actuar na principal competição futebolística, arrisca a exclusão de todas as provas profissionais, caso o Conselho de Justiça, confirme a decisão da Comissão Disciplinar.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

EXAGEROS PUBLICITÁRIOS

video

RESCALDOS

clique na imagem

SORTEIO DA TAÇA DE PORTUGAL


Sorteio da Taça




O sorteio relativo à quarta eliminatória da Taça de Portugal Millennium que decorreu esta terça-feira, pelas 12h00, no Auditório Manuel Quaresma da Sede da Federação Portuguesa de Futebol ditou os seguintes encontros:

SC Valenciano - Belenenses
AD Oeiras - CD Pinhalnovense
AD Camacha - GR Vigor Mocidade
Naval 1º Maio - Gil Vicente FC
Vencedor do jogo Vieira SC-CD Mafra (*) - CF União
Aliados de Lordelo - Leixões SC
UD Oliveirense - FC Porto
SC Braga - Vitória FC de Setúbal
GD Chaves - União D Serra

Académica de Coimbra - SC Beira-Mar

SL Benfica - Vitória SC de Guimarães
FC Tirsense - FC Paços de Ferreira
CD Nacional - CD Fátima
Rio Ave FC- CD Santa Clara
GD Pescadores da Costa de Caparica - Sporting CP
SC Freamunde - União de Leiria

Os jogos estão agendados para o dia 22 de Novembro. Quaisquer alterações serão comunicadas atempadamente.

(*) - O jogo entre o Vieira SC e o CD Mafra está agendado para o dia 4 de Novembro, pelas 14h00.

VOO PICADO


BENFICA JÁ É LÍDER

O FAIR PLAY É UMA TRETA






domingo, 25 de outubro de 2009

OS GOLOS



Golo de Mariano Gonzalez




Golo de Farias.



Golo de Miguel Pedro.




Golo de Farias.




Golo Sougou.

DERROTA IMERECIDA

Este jogo, que a Académica perdeu imerecidamente, deixou claro que o peso das camisolas, continua a ser um factor preponderante no futebol português. Os vícios deste futebol, nunca mais mudam. Enquanto à frente dele estiverem pessoas que defendem outros valores e interesses, continuaremos a ver resultados adulterados e a verificar os clubes com menos poder financeiro, a serem tratados como "carneiros a caminho do sacrifício", para idolatrar os chamados grandes.
Neste jogo, além de um penalti cometido por Bruno Alves que não é marcado, ainda temos um golo que é marcado em posição de fora-de-jogo. Depois temos as "normais" agressões do mesmo B. Alves que, em condições claras e objectivas, merecia ter sido expulso. Para completar o ramalhete, ainda temos os fora-de-jogo tirados ao ataque do adversário, neste caso a Académica, não vá a equipa conseguir marcar e baralhar as contas do todo poderoso FCPorto.
Pelo lado positivo, todos pudemos ver uma Briosa a fazer jus ao seu nome, mostrando vontade, entrega, empenho, raça e uma atitude competitiva que ainda não se tinha visto esta época. A demonstrar todos estes atributos, está a exibição de alguns atletas como por exemplo o João Ribeiro (onde estava este jovem), o Tiero, o M. Berger (cheio de confiança), o E. Rafael, etc. Neste jogo, ainda deu para ver quem é que sabe interpretar o futebol dos dias de hoje. Com uma semana de trabalho, já deu para perceber aquilo que o treinador quer implementar na Académica. Que a sorte o proteja porque trabalho e saber, não vai faltar.

HOMENS DO APITO

Este Cartão de Identidade, pertença de um nosso muito estimado amigo, vem provar que afinal este distinto senhor, também já "navegou" em águas um tanto ou quanto tumultuosas. Este nosso amigo que antes de ser árbitro esteve ligado a um clube da cidade como jogador de basquetebol, confrontado com esta situação, argumentou que ao longo da sua carreira como homem do apito, tinha sido sempre honesto e isento. Por nunca ter ouvido daquilo que não se gosta, chegava ao ponto de os clubes o convidarem para apitar determinados jogos mais importantes. Por outro lado, esta história de isenção, é sempre um "pau de dois bicos" e a prova disso mesmo, foi a história que nos contou acerca de um atleta da Académica que durante uma partida mais "animada", mostrou alguma vontade de lhe mandar umas "palmaditas de mão fechada". Não há dúvida que ser árbitro, não é nada fácil!

ALERTA

Ó P'RA MIM TODO GAITEIRO!

Nesta foto de grupo, estão representados todos os elementos que fizeram parte da coligação PSD/CDS/PPM que se apresentou às últimas eleições autárquicas. Neste flyer que andou a ser distribuído pelas caixas do correio de toda a freguesia de Santo António dos Olivais, há uma particularidade extremamente curiosa. Caso ainda não conheçam, peço que reparem para o indivíduo da esquerda que está todo engravatado, com casaco escuro e calças bege. Não notam nada de verdadeiramente anormal? Pois é, este senhor todo bem posto e cheio de pose, está com uns chinelos calçados. Fantástico!
Todos compreendemos que com o calor nos apeteça arejar os pézitos mas, há ocasiões em que não é nada conveniente fazê-lo. E, já agora, por que é que ninguém avisou o "pobre" do homem? Por que é que não o trocaram de posição? E será que o fotógrafo também não deu por ela?
Parafraseando o autor do blog "A Simple life...", só faltou mudar o slogan da campanha de "Por Coimbra com Amor" para " Por Coimbra com Chinelos".

O OBREIRO DEMOCRATA


EMÍLIO CAMPOS COROA
Médico oftalmologista, era um amante do teatro. Formado na escola do TEUC de Coimbra, dirigido por Paulo Quintela, Emílio Campos Coroa foi fundador, em Faro, com o seu irmão José e a mulher, no início dos anos 50, do grupo de teatro do Circulo Cultural do Algarve (hoje, “Lethes”) em finais dos anos 60.

Era um homem corajoso e repentista. Democrata e intransigente no confronto com as adversidades do trabalho e da vida. Foi obreiro, contra ventos e marés, de uma obra notável de divulgação e promoção das artes e, em particular, do teatro. Na época em que se desenrolou a sua acção, na província do Algarve, era preciso ter “barba rija” e uma vontade de ferro para colocar de pé centenas de encenações e representações levadas à cena em todos os lugares envolvendo e cativando todo o género de público.

texto e foto retirados do blogue ABSORTO

VELOCIDADE E PREÇO DA INTERNET

clique nas imagens

A CAUDA DA EUROPA







Portugal, rabejador da Europa



Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009

Quando eu nasci, Portugal estava na cauda da Europa. Veio o PREC, e Portugal continuou na cauda da Europa. Depois chegou alguma estabilidade, e aí Portugal continuou na cauda da Europa. Entrámos na CEE, e permanecemos na cauda da Europa. Vieram os governos de Cavaco Silva, mais os milhões comunitários, e - então sim - Portugal continuou na cauda da Europa. Nisto, o PS voltou ao poder. E Portugal manteve-se na cauda da Europa. A seguir, o PSD regressou ao governo. E Portugal na cauda da Europa. Depois, mais governos do PS até hoje. E Portugal firme na cauda da Europa. Onde fica Portugal? Na cauda da Europa. Não se sabe que bicho é a Europa, mas lá que tem uma cauda é garantido. E não há dúvidas nenhumas de que Portugal está nela sozinho.

Nem sempre foi assim. No princípio, Portugal estava na cauda da Europa acompanhado. Nos anos 70, Espanha estava taco a taco connosco na cauda. Ora valia mais o escudo, ora valia mais a peseta. Primeiro, nós íamos ao El Corte Inglés fazer compras baratas. Entretanto, o El Corte Inglés veio para cá fazer vendas caras. De repente, os espanhóis meteram uma abaixo e começaram a galgar pela Europa acima - e nós ficámos na cauda com a Grécia. Nisto, os gregos também amarinharam. Abriu-se a União Europeia a países que estavam igualmente na cauda, como a Irlanda, e todos foram abandonando a cauda a caminho, suponho, do lombo da Europa.

Como se explica este fenómeno da nossa longa estada na cauda da Europa? Creio que só pode ser uma opção. E, sendo uma opção, tem de ser estratégica. É muito raro uma opção não ser estratégica. Já tivemos vários governos e regimes, e todos, sem excepção, optaram por nos manter na cauda. Deve haver um plano. Outros países, que não têm coragem de permanecer na cauda, foram avançando para a garupa. É lá com eles. Mais fica de cauda para nós.

A verdade é que alguém tem de ficar na cauda. E, no que diz respeito a caudas de continentes, a estar nalguma que seja na da Europa. Temos a experiência, o talento e, pelos vistos, a vocação para estar na cauda. Seria uma pena desperdiçar décadas e décadas de prática. Será sensato que um país com o tamanho do nosso se aventure para fora da cauda da Europa? É importante não esquecer que é com a cauda que se enxotam as moscas. E que a cauda consegue enxotar tudo, menos o que está na cauda. Os pessimistas dirão: temos o último lugar garantido. Os optimistas hão-de notar que, ao menos, é um lugar. E que está garantido. Já não é nada mau.